10 características de uma pessoa não assertiva

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Não importa o segmento organizacional ou cargo que assuma. Hoje o profissional precisa saber adequar-se às inovações do mercado e estar aberto para o diálogo com os colegas de trabalho, mesmo que esses sejam pessoas que tenham convicções e crenças diferenciadas daquelas que ele considera as mais corretas. Isso não significa que se deve concordar com tudo o que ocorre ao seu lado, mas sim desenvolver uma competência muito valorizada pelas organizações: a assertividade, que corresponde à habilidade de se posicionar frente às pessoas e às situações, expressando-se opiniões ou sentimentos sem constrangimento e tampouco causar constrangimentos aos outros, considerando-se os seus próprios direitos e ponto de vista e os direitos e ponto de vista dos outros. Confira abaixo 10 características de pessoas NÃO assertivas.

1 – Pessoas não assertivas costumam reprimir seus sentimentos, suas ideias diante dos demais. Isso se torna mais evidenciado, quando se deparam com algo que as incomoda.

2 – Por prenderem seus sentimentos, acabam tornando-se passivas diante dos fatos que vivenciam e das pessoas que as cercam. Dessa forma, deixam de aproveitar as oportunidades para o desenvolvimento pessoal e profissional.

3 – Se tentam expressar sentimentos ou opiniões, não sabem argumentar e se tornam até agressivas diante dos colegas de trabalho. Acreditam que seu posicionamento é o correto e que em hipótese alguma existe a possibilidade de estar equivocado diante de um fato.

4 –Mesmo sendo agressivas, estão convictas que o comportamento adotado é de uma pessoa assertiva. Confundem os conceitos, porque ao tentarem defender seus “direitos” esquecem que ao seu lado há pessoas que também querem ser ouvidas e respeitadas.

5 – Quando assumem cargos de chefias, passam longe de serem considerados líderes, uma vez que recorrem ao cargo para impor suas vontades e ofuscar a opinião dos demais. Ou seja, usam o poder de forma arbitrária.

6 – Sempre preferem controlar a situação por se sentirem ameaçados diante dos demais profissionais. Além disso, se sua opinião está correta, a pessoa não assertiva opta por ser um manipulador de marionetes.

7 – Essa insegurança dos não assertivos, principalmente diante dos colegas de trabalho demonstra que a autoestima precisa ser trabalhada. Eles não confiam suficientemente em si próprios, mesmo que possam desenvolver competências que os façam se tornarem profissionais destacados.

8 – Quando a situação não está sendo manipulada e alguma determinação contraria o seu ponto de vista, considera-se injustiçado e que está cercado de colegas ingratos e incapazes de acompanharem sua linha de pensamento.

9 – Como não possuem o hábito de se expressar, as pessoas não assertivas apresentam falhas na sua comunicação. Em alguns momentos podem tentar expressar algo, mas diante de todo o contexto, culminam por passar uma informação totalmente diversa daquela que tinham em mente.

10 – Apresentam-se resistentes às mudanças, mais do que os demais. Não se mostram flexíveis a tentarem algo inovador. Imaginam que isso irá lhes tirar o domínio do ambiente em que atuam e, conseguintemente, perderão o espaço que tanto lutaram para conquistar na empresa.